quarta-feira, 17 de junho de 2020

HERÓIS DO ESPORTE MUNDIAL #03 - Ayrton Senna

“Na adversidade, uns desistem, enquanto outros batem recordes”.

Por Douglas Aleixo

Lembro-me das manhãs de domingo quando um brasileiro unia o país em volta da televisão, resgatando o orgulho nacional depois de um conturbado período político de ditadura.
Nosso Herói é Ayrton Senna da Silva, para muitos e inclusive eu, o melhor piloto de F1 de todos os tempos.
Dono de um arrojo ainda nunca visto, agressividade a cada metro de pista, Senna gravou seu nome no olimpo do automobilismo, sendo o único piloto até então a ser agraciado com uma volta de placa; esse feito foi realizado em Donington Park na Inglaterra, largando em sexto lugar e com manobras dificílimas em pista molhada antes do termino da primeira volta já era o primeiro colocado e com isso assombrando o mundo do automobilismo.
Senna durante toda sua trajetória sagrou-se tricampeão (1988, 1990 e 1991), e um vice-campeonato polêmico em 1989, com uma ameaça de abandono das pistas, devido decisões políticas questionáveis.
Incontestável Herói Nacional dedicou parte de seu tempo livre para a filantropia, fundando junto com sua irmã Viviane Senna o conceituado Instituto Ayrton Senna, que ajuda crianças e jovens carentes na educação e cultura, entre outras atividades.
Senna nos deixou precocemente no dia 01 de Maio de 1994, onde se acidentou no GP de San Marino na cidade de Ímola na Itália, devido à quebra da barra de direção de sua Willians chocou com violência na curva Tamburello!
            Contudo, deixou um legado pautado na ética, lealdade e perseverança, sendo um divisor de águas no tocante ao amor aplicado a labuta e um preparo para desempenhar suas funções da melhor maneira possível.

Douglas da Silva Aleixo, Advogado, Licenciado em Filosofia 
e entusiasta do esporte. Colaborador do Jornal PODIUM

Publicidade

Um comentário: