sexta-feira, 22 de março de 2019


Varginhense conquista bronze em evento internacional de jiu jitsu


          Nos dias 8, 9 e 10 de março, a Escola de Jiu Jitsu Gracie Barra de Varginha foi representada em mais uma etapa do Grand Slam de Jiu Jitsu World Tour, realizado pela UAEJJF, em Londres, na Inglaterra.
            Frederico Guimarães, com uma participação excelente, conquistou o bronze na categoria até 56kg na faixa preta adulto. Frederico vem de uma sequência de três pódios em Grand Slam da UAEJJF: Rio de Janeiro no Brasil, Abu Dhabi nos Emirados Árabes e agora em Londres na Inglaterra. Com mais esse pódio, Frederico se mantém em 28° no ranking geral de faixa preta.
            Segundo Frederico ele está se dedicando bastante para que esses resultados aconteçam. “Já estou no Brasil e em abril iniciarei um novo ciclo de treinamentos para a próxima etapa que será realizada em Moscou na Rússia. Deixo aqui meu muito obrigado a todos que me apoiam de alguma maneira”.

LINK


quinta-feira, 21 de março de 2019

Aposentadoria de atletas: a regra é igual a de todos os trabalhadores


POR: José Cruz
            Quando a Lei Pelé foi redigida, em 1998, o advogado paulista Heraldo Panhoca participou do capítulo sobre a Prática Desportiva Profissional. Hoje, o doutor Panhoca se mantém referência nacional no assunto e a interpretação dele sobre a reforma da Previdência e sua implicância na aposentadoria dos atletas está no texto a seguir, que ele enviou como contribuição ao debate.
            Veja:
            “Lendo a coluna do jornalista José Cruz – UOL (14/3/2019), observei atentamente as ponderações, reclamos e assertivas da senhora Carmem de Oliveira que afirmou: “fez do atletismo sua profissão” e, ao descrever seus feitos, competições e vida de praticante do atletismo, externou: “A reforma da Previdência ignora os atletas”, complementando que corria, literalmente, atrás de bons resultados para conquistar prêmios em dinheiro, seu salário, mas sem direito a férias. Afirma, ainda, que valorizava o cachê, pois ajudava renovar com o patrocinador. Cuidava para não se contundir, pois sem competir nada recebia. Esclarece que o trabalho desportivo é diário, sem limitações ou regramento.
            Louve-se a atleta que conseguiu o discernimento da diferenciação, entre o salário pela sua qualificação técnica e legislação reguladora e o direito de imagem, explorado, livre e exponencialmente pela existência e presença de sua imagem de vencedora. 
            No tocante à previdência social para o atleta, além do futebolista, entendo que pós Constituição de 1988, todos os atletas maiores de 16 anos conquistaram o direito de contribuir para uma aposentadoria futura, pois além dos sofismas de “amadores ou olímpicos”, foram reconhecidos como profissionais. Primeiramente, foram os atletas das práticas coletivas, e com a lei 9.615/1998 também os de modalidades individuais que podem optar em profissionais com registro e contrato de trabalho ou autônomos. Entretanto, em ternos de aposentadoria, a regra segue igual para todos os trabalhadores do Brasil, não podendo haver diferenciação. 
LINK
            O adicional legal em favor do atleta está alicerçado no direito de livre exploração de sua imagem, inclusive na atividade desportiva, o que pode proporcionar receitas exponenciais, sem que as partes fiquem apenadas pelo confisco estatal. Como rendimento somente incide o imposto de renda.
            Assim, entendemos que o atleta, no trabalho, como atividade que tem data de início e encerramento com o tempo perante a legislação da previdência, deve observar que pelas regras existe o Teto de contribuição. Portanto, na livre pactuação da remuneração deve levar essa norma em consideração.
            No tocante à imagem, por não ser força de trabalho, por nascer com o indivíduo e imortalizar, pode comportar uma previdência privada, visando o restante do tempo de vida, enquanto não alcançar o direito à aposentaria oficial.
            Quando da afirmação: “A reforma da Previdência ignora atletas”, ouso discordar, pois foi com a contribuição e lobby de inúmeros atletas e ex-atletas brasileiros que uma comissão de juristas/legisladores criou e aprovou no Congresso Nacional o parágrafo único do art. 87–A da Lei Pelé. O referido parágrafo aumenta o custo social para os clubes empregadores e estabelece, por lei, o valor da imagem do atleta, inédito no mundo. 
            Finalmente: Senhora Carmem de Oliveira, peça às autoridades que revoguem este parágrafo inserido na lei em 2015, sua ajuda será bem-vinda. Quanto à aposentadoria (com ou sem reforma) ela deverá sempre atender a todos os brasileiros indistinta e equanimemente, sem identificar atividades”.

José Cruz, jornalista e comentarista esportivo. 
Colaborador do Jornal PODIUM desde 2011.
Artigo publicado originalmente na
coluna Campo Livre - UOL.

Leonardo Ciacci pede academia de rua no Parque Boa Vista


             Procurado por diversos moradores, o vereador Leonardo Ciacci solicitou especial atenção da Administração Municipal para a instalação de equipamentos de ginástica ao ar livre no Parque do bairro Bela Vista / Boa Vista, para aproveitamento daquela região com a instalação de equipamentos de ginástica a céu aberto.
            - A medida propiciará que o espaço seja mais aproveitado como forma entretenimento e lazer, além da melhoria na qualidade de vida com estímulo à prática esportiva -, justificou Ciacci.
            Segundo o vereador, trata-se de uma reivindicação antiga dos moradores e interesse comunitário como forma de melhoria para o bairro.

LINK

Vôlei de Varginha treina forte para o JEMG


         As equipes de vôlei feminino e masculino do projeto Centro de Formação de Voleibol já estão em preparação para os Jogos Escolares de Minas Gerais.
            Varginha sediará a etapa Microrregional no período de 20 a 26 de maio, onde participam os estudantes-atletas das modalidades coletivas (basquetebol, futsal, handebol e voleibol) e da modalidade de xadrez, em dois módulos, nos naipes masculino e feminino. Os campeões de cada modalidade coletiva e os 4 primeiros colocados do xadrez se classificam para a etapa regional.
            Os atletas do CFV, representando a EE Domingos de Figueiredo, disputarão os títulos do Masculino Módulo II e Feminino Módulos I e II. 
            Na edição de 2018, a equipe feminina módulo II de Varginha sagrou-se campeã nacional dos Jogos Escolares da Juventude.


O PROJETO

            As equipes de vôlei da Prefeitura de Varginha, através da Semel, integram o projeto Centro de Formação de Voleibol, uma correalização do CRES, que conta com patrocínio das empresas Coletek e Lojas Edmil, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Estado de Minas Gerais, e apoio da Unimed Varginha, Prolife, Promédica, Açaí Summer, Cantinho da Bia, CooperStandard, Logos Colégio e Curso, IPD Laboratórios, Hortifruti JF, Santana Petróleo, Adrenaline Sports, A Popular Atacadista, Central Joias e Relógios, Minas Gelo e Maxiloc Locações.


quarta-feira, 20 de março de 2019

SÃO SEBASTIÃO no Amadorzão 2019

São Sebastião Esporte Clube

            Fundado em 20/07/1999, nesta cidade de Varginha/MG, onde tem sua sede, é uma sociedade civil, composta de um numero limitado de sócios, sem distinção de nacionalidade, culto e de sexo, tendo por finalidade proporcionar a difusão do civismo e da cultura física, principalmente o futebol, podendo, ainda realizar reuniões e divertimento de caráter social e cultural.
            A nova proposta do São Sebastião Futebol Clube será a de desenvolvimento dos atletas, no entanto, que só se consolida com o tempo. A tendência é que, conforme ganhem experiência e disputem mais partidas, os jogadores aprendam a administrar melhor a pressão e oscilem menos em seu desempenho, tornando-se mais regulares.
            Encontrar um equilíbrio entre o potencial dos novatos e a maturidade de veteranos, dessa forma, parece ser a fórmula ideal para uma equipe vencedora. Com esta intensão contam com o apoio do capitão Elias Junior (Formiguinha), que estará retornando ao time com a responsabilidade de um camisa 10 em auxiliar os jogadores mais novos que estão iniciando no time ou em sua trajetória como atleta. 


Principais títulos

Campeão no Bairrão 2017
Vice-Campeão Amadorzão em 1997 e 2009

Diretoria:

José Marcelino Filho (Presidente)
Maria Lucia Machado (Vice-Presidente)
Ronaldo Miguel (1º Tesoureiro)  
Sebastião Candido (2º Tesoureiro)

Conselho Fiscal:

Adilson Marcelino
Adelson Marcelino
Evanil Marcelino 

Equipe técnica 2019

Victor Hugo Vieira Toledo - Técnico
Henrique Vitor- Massagista e Roupeiro
Sthephanie Silva Marcelino - Assistente de Marketing


Jogadores confirmados: 

Bruno Alencar Oliveira - Zagueiro  
Felipe Marcelino- Atacante
Marcus Vinicius Reis Sanches Ribeiro- Lateral Esquerdo
Edipo Carvalho – Lateral Direito
Damião Anderson de Assis Ferraz – Volante
Alisson Marques da Silva – Lateral Esquerdo
Delvair Luiz de Oliveira - Meia Direita
Elias Jose (Formiguinha) - Capitão
Diego Rodrigues - Meio Campo
Anderson da Silva Erbst - Atacante
Thiago Chagas Oliveira Silva- Atacante
Otavio Reis Oliveira - Goleiro
Kelton Honorato dos Santos - Atacante
Rafael Vitor Narciso - Volante
Guilherme Silva Mateus - Goleiro

Patrocinador: Motel Delfos


terça-feira, 19 de março de 2019

MATTOS no Amadorzão 2019

            O time Mattos Calçados teve seu inicio em 2013, participando do Campeonato Sest Senat com incentivo do jogador André Eleutério (Passarinho).
            
Visão: Ser uma entidade no meio futebolístico visando sempre a amizade, companheirismo e união, reconhecendo a cada um com seu devido valor.

Principais títulos
·       Campeão invicto no Sest Senat 2013, 2014,2015.
·         Campeonato de Futsal na Vila Mendes 2016.
·          Campeonato Renatão - Campo Gustinho  2015, 2016 e 2017.

Diretoria: Felipe, Glauber.

Equipe técnica 2019: Professor Edmundo dos Santos (Edinho). Auxiliar: Paulo Henrique

Jogadores confirmados:
1 - Negueba
2 - Mandela
3 - Lincoln
4 - Pelegrino
5 - Gustavo Henrique
6 - Bruno Biancasteli
7 - Matheus Martins
8 - Jonathan
9 - Gilmar (arranha)
10 - Dandan
11 - Yuri Fabrini
12 - Luis Gustavo Paulino
13 - Ricardinho (ramires)
14 - Hominho
15 - Thuca
16 - Michel
17 - Boi
18 - Silas
19 - Giovani
20 - Denis Zambelli
21 - Maxwel Boareto
22 - Pedro Fontini
23 - Henrique
24 - Brais
25 - Ricardo
26 - Evaldo
27 - Christian

Patrocinadores: Mattos Calçados, Bw Comunicação Visual e Mercearia do Dandan.



Recanto's Bar recebe a próxima caminhada da Semel


CAMINHADA RECANTOS BAR - 16KM

DIA: 30 de março
Saída: SEMEL
Horário: 7 horas
INSCRIÇÕES: 3690-2172 - 1kg de alimento (levar no dia da caminhada)
ÔNIBUS: academias de rua 6h30 da manhã
CARRO DE APOIO
POLÍCIA MILITAR
GUARDA CIVIL
CORPO DE BOMBEIROS
AMBULÂNCIA
FRUTAS
AGUA


Registânea arranca empate na abertura da Copa Regional


            Jogando pela 1ª Rodada da Copa Regional Sul de Minas, promovida pela Liga Caxambuense de Futebol, neste domingo, 17, na cidade de Cruzília, o Registânea de Varginha conseguiu um empate em 3x3 contra o Ypiranga Atlético Clube.
            O Registânea chegou a abrir 3x0 com gols de Nathan, mas cedeu o empate após cair um temporal na cidade. A partida teve que ser interrompida e ficou 30 minutos sem nenhuma condição de jogo. Na volta, o Ypiranga promoveu varias alterações e cresceu no jogo, o Registanea por sua vez não mexeu, pois não tinha banco de reservas, e com o campo pesado, o time mandante, mais descansado, chegou ao empate.
            O publicou foi 382 pagantes com uma renda de R$ 4.584,00. 
            O Registânea mandou a campo os seguintes atletas: Douglas, Esquerdinha, Nathan, Marcos, Diego, Chimoio, Roque, Marinho, Marcos Vinicius, Zezão, André, Nenê e Goiaba. Vitinho foi o técnico, tendo Ronaldo “Martelinho” como assistente.
            O próximo jogo do Registânea será neste domingo, dia 24, às 15h, no estádio Nêgo Horácio, enfrentando o Catanga, de Pouso Alto.



Dudu Ottoni cobra revitalização da quadra da escola Matheus Tavares


          Em atendimento às reivindicações da comunidade da região dos bairros da Vargem, Sagrado Coração, Figueira e adjacências, o presidente da Câmara de Varginha, Dudu Ottoni, solicitou à Prefeitura que realize a revitalização da quadra poliesportiva da Escola Municipal Matheus Tavares, que fica no bairro Sagrado Coração.
            De acordo com vereador, para que o local volte a oferecer melhores condições de uso e segurança para os alunos e munícipes, são necessários reparos urgentes nos alambrados, limpeza, capina, pintura e reforma geral dos vestiários e sanitários.
            “A ausência de manutenções regulares nesses espaços prejudicam a rotina dos alunos que utilizam a quadra para suas aulas de educação física e também impossibilita a realização dos projetos desenvolvidos pela Semel”, informou Dudu Ottoni, apresentando fotografias do local. O vereador reforçou que e conta com o apoio urgente da Administração Municipal para atender ao pedido.

Mirella Penha
Chefe do Serviço de Comunicação CMV
Jornalista MTB - 13314



segunda-feira, 18 de março de 2019

ROMA ESPORTE CLUBE no Amadorzão 2019


Associação Roma Esporte 
Clube

           Uma das equipes mais tradicionais do futebol amador e de categorias de base de Varginha é o Roma.
            Tudo começou em 1988, com a união de um grupo de amigos do bairro São Geraldo para disputar o Ruralzão. Na época, a equipe treinava no campo “três corgos”. Dois anos depois o clube foi constituído para participar dos campeonatos oficiais da cidade. Criaram a associação, com diretoria e documentação oficial e conseguiram autorização para utilizar o campo da CBC.
            Ao longo destas três décadas, o Roma construiu uma história de sucesso, já foi Campeão do Amadorzão, outras três vezes vice; Campeão Junior invicto, Juvenil invicto, Campeão Infantil, Mirim e vários títulos no futsal.
            - Na última contagem passava de 700 troféus -, contou José Mauro. Mas ele destaca que o foco nunca foi formar jogadores profissionais, mas cidadãos desportistas!

DIRETORIA:
Presidente: José Mauro Marques
Vice-Presidente: Elias Francisco

COMISSÃO TÉCNICA 2019:
Técnico - Rildo; Auxiliar-técnico: Carlinho e supervisor: José Mauro

 JOGADORES CONFIRMADOS PARA 2019:
Nelsinho 
Foto de arquivo 2017
Daniel
Souza
Marcos
Dudu
Alvin
Kaká
João Alcides
Renatinho
Atílio
Jean
Wuilinho
Delvoni
Chimoio
Gervásio

PATROCINADORES:
Vidraçaria Roma e Salão do Chimoio


Primeira edição do Varginha + Saudável 2019 foi sucesso de público

           Realizada no sábado, dia 16, na Academia de Rua da Vila Paiva, a primeira edição do ano, do projeto Varginha Mais Saudável, uma realização da Prefeitura de Varginha, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer - Semel, foi sucesso de público.  Cerca de 600 pessoas passaram pelo local, segundo informou o professor Flávio Pontes, organizador do evento, cujo objetivo do projeto é chamar a atenção da população, despertando o interesse pela prática de atividade física, cuidados com a saúde e beleza, aspectos psicológicos, emocionais e sócio culturais que também farão parte deste evento.
            De acordo com o professor Flávio, foram oferecidas gratuitamente a população mais de 40 atividades para todas as idades, desde crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. “O objetivo é descentralizar a SEMEL e levar atividade física, saúde e lazer a toda a população”, explica Flávio. 
            Ele conta que esta edição teve um toque especial com atividades específicas para as mulheres: oficinas especiais na área da saúde, cuidados com a beleza e até um Talk Show debatendo importantes temas como amamentação e violência contra a mulher, isso sem contar a corrida de 4km "Só Delas" (organizada pelo Grupo Correr e Viver Bem), oficinas de saúde e beleza, oficinas direito e psicologia.
            “Nossa palavra é de gratidão à Prefeitura de Varginha, por nos apoiar por meio da Semel, aos nossos parceiros e apoiadores, às empresas e instituições públicas e privadas que se uniram nesta bandeira de uma Varginha + Saudável”, acrescentou.
            Quem passou por lá foi o vice-prefeito Vérdi Melo, que visitou os stands, conversou com as pessoas e elogiou a organização do evento. “Mais uma vez demonstração de compromisso e dedicação por parte do Flávio que não tem medido esforços para criar oportunidades e opções de práticas saudáveis”, disse Vérdi.
            Confira a galeria de fotos:


Minas Gerais conquista bronze no CBS Sub 19


          Mais uma boa passagem de Minas Gerais no CBS. A categoria Sub-19 do estado terminou na terceira colocação ficando atrás apenas do campeão São Paulo e vice Paraná. Esta edição de 2019 do Campeonato Brasileiro de Seleções conta com o formato de pontos corridos, todos contra todos. A colocação dos primeiros colocados só foi definida no último jogo da última rodada entre São Paulo e Minas Gerais, em que os paulistas levaram a melhor por 3 sets a 0 (25/24, 25/18 e 25/13) e ultrapassaram o Paraná e Minas.
            A competição teve início no dia 12 de março, em Saquarema (RJ). A disputa do CBS Sub-19 Divisão Especial contou com Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Paraíba, Distrito Federal, São Paulo, Rio Grande do Norte e Santa Catarina. O estado mineiro venceu o Rio Grande do Norte, Paraíba e Distrito Federal por 3 sets a 0, Santa Catarina por 3 sets a 1 e o Rio de Janeiro por 3 sets a 2. Suas baixas foram contra o Paraná, em 3 sets a 2, e contra o São Paulo na última rodada em 3 a 0.
            Somando a pontuação das equipes na classificação geral o São Paulo foi campeão com 19 pontos, seguido pelo vice Paraná com 16 pontos e Minas Gerais fechando o pódio com 15 pontos, O Rio de Janeiro ficou em quarto com 13 pontos, seguido por Santa Catarina com 12 e Rio Grande do Norte com cinco. Ocupando as duas últimas colocações estão: Distrito Federal na sétima colocação e Paraíba na oitava.

Seleção Mineira
Paulo Vinicios Ferreira, Jean Fernando Queiroz, Eduardo Ferreira, Gabriel Vilaça, Vitor Furiati, Adriano Cavalcante, Vanner Marques, Bruno Almeida, João Vitor Alves, David Nunes, Leonardo Luiz Gomes e Luiz Antônio Ramos.
Técnico: Ediney de Lima, 
Ass. Técnico: Wesley Gonçalves (CFV VARGINHA)
Aux. Técnico: Thiago Gonçalves


sexta-feira, 15 de março de 2019

CORCETTI no Amadorzão 2019

Corcetti Esporte Clube

            Fundado em 2002/2003 por João Matias da Costa (Pantanal), Evandro Evaristo Ribeiro, Alex Rubens da Silva, Carlos Roberto Rodrigues e Alessandro Rezende.
            Na última edição do Amadorzão (2017), a equipe Fúria disputou o campeonato em nome do Corcetti. Em 2018, a nova diretoria assumiu para voltar com as atividades do Corcetti Esporte Clube, que inclusive possui categorias de base.
            A equipe é formada com 80% de jogadores do bairro, inclusive quatro deles vieram diretamente da equipe de base.

Principais títulos 

Tetracampeão do Amadorzão de Varginha 
2003 contra Ponte Preta
2004 contra Imaculada
2008 contra Solúvel
2012 contra PSG

Vice-campeão
2002 Sulmineiro Copa Record
2004 Copa dos Campeões
2005 Amadorzão
2006 Amadorzão

Equipe técnica 2019
Wellington Valério (Cocão) - Presidente; Alex Rezende - diretor esportivo e auxiliar técnico; Juliano - diretor; Alessandro Inácio - diretor; João Martins - diretor; Elias Reis - tesoureiro; Alessandro Rezende - diretor; Ronan Martins - secretario e Vitor Santos - treinador. 

Jogadores confirmados
Guilherme Francelino (goiaba); Walef Martins (nenê); Wesley Santos; Anderlucio; Charles Marques; Marcos Antônio (leitão); Nilson; Cearazinho; Elton Araújo; Gabriel Felipe (pezão); Jordan; Carlos Henrique (popai); Thales (Buchecha); Lukas Francelino; Jean Silva; William (boca); Bruno Silva; Jhon - goleiro; Sidney - goleiro; Madeira; Marlon e Luis Fernando.

Patrocinadores
Mini Box Grandeza; Bar Mandela; Bodeguinha; Cantina D’Anastácia; FB Produções e Eventos; R Tristão e Colégio Pintando o Mundo.


Varginha disputa a V Copa Líder de Futsal Feminino


              Neste final de semana, a equipe sub 17 de futsal feminino de Varginha disputa a 5ª edição da Copa Líder de Futsal Feminino em Caxambu.
            A equipe é composta por oito atletas: Raissa, Geovanna, Cecilia, Aninha, Bruna, Camilly, Maria Luiza e Gabi, coordenadas pelo técnico João Pedro.
            Varginha entra em quadra hoje às 22 horas enfrentando Itanhandu. No sábado às 14 horas, encara o time da casa e às 18 horas, enfrenta São Lourenço.
            Em 2018, o time foi vice-campeão da Copa Líder, realizada em São Lourenço. As varginhenses perderam na final para as donas da casa, por 2x1.
            Vale a sua torcida para a conquista do título 2019!



Campeã na São Silvestre alerta que a reforma da Previdência ignora atletas


Por: JOSÉ CRUZ

            Carmem de Oliveira foi a primeira brasileira a vencer a Corrida de São Silvestre, em 1995. Em nível internacional, ela marcou 2h27min na maratona de Boston, recorde sul-americano. Com ótima técnica e bom fôlego, fez do atletismo a sua profissão.
            De família humilde, Carmem corria, literalmente, atrás de bons resultados para conquistar prêmios em dinheiro, o seu salário, mas sem direito a férias. Quando melhorava as suas marcas, Carmem valorizava o cachê para prestigiadas corridas, e facilitava negociar novo contrato com o patrocinador. Mas precisava evitar contusões para não parar. Era “trabalho” permanente, com treinos, viagens e competições. Tudo em nome do “pão nosso de cada dia”.
            Há mais de dez anos fora das pistas, Carmem revela que não tem aposentadoria como atleta. Pedagoga e militando na política por causas sociais, ela é crítica ao modelo de reforma da Previdência e alerta os seus colegas atletas ainda na ativa. Confira:
            “A reforma da Previdência esqueceu o atleta. Ela não contabiliza como `trabalho´ os dias de treinos, viagens e competições, para efeito de aposentadoria. Nas últimas décadas, explorando o nosso potencial técnico e físico, representamos o Brasil em eventos internacionais. E o próprio governo reconheceu a importância de nosso `trabalho´ recompensando com a Bolsa-Atleta, patrocínios das estatais, verbas para projetos etc.
            Porém, nada disso habilita os atletas à uma aposentadoria digna, porque falta a parte legal do contrato de trabalho com o clube. Por exemplo: quantos competidores recolhem o INSS de seus patrocínios, por anos ininterruptos? Quantos atletas têm carteira ou contrato assinado com um clube e recolhimentos mensais ao INSS? Sem isso, adeus aposentadoria digna.
            As autoridades públicas que tanto se orgulham dos feitos no esporte e nos abraçam na hora dos holofotes não têm ideia do que é a rotina dos atletas; não sabem como vivemos durante os escassos anos de nossas carreiras e, muito menos, o abandono que sofreremos, quando paramos de competir.
            Hoje, eu vibraria mais com a retirada desse projeto nefasto, que sacrifica os mais necessitados, do que com uma vitória numa maratona importante. Tenho a clareza de que esse projeto visa capitalizar os banqueiros com a chegada de uma Previdência privada.
            Atletas, não esqueçam que o governo não estará com vocês na pós-carreira. E, ao contrário das excelências do Judiciário e do Legislativo, não haverá privilégios nem pensões vitalícias!
            Digam algo! Ajam agora, pois essa atrocidade de reforma previdenciária não diz respeito aos atletas, os `trabalhadores´ do esporte. Lutem contra esse projeto como se fosse um pódio para o país”.
            Para concluir:
            Faz sentido o alerta de Carmem. Até no futebol, onde os atletas param, em média, aos 35 anos, a situação é difícil. Precisam trabalhar mais trinta anos em outro segmento para chegar à aposentadoria. Pior! As estatísticas mostram que apenas 15% dos profissionais brasileiros têm contrato de trabalho o ano todo. Segundo a CBF, 82,4% dos atletas têm renda mensal de até R$1.000,00; 13,7% recebem R$ 5.000,00 e apenas 6,9% dos jogadores recebem acima de R$ 10.000,00.
            Ora, se no futebol, a paixão nacional, a situação é essa, o que se passa nas demais modalidades? O alerta de Carmem é oportuno: os atletas precisam estar atentos à legislação e sua atualização para evitar dificuldades na pós-carreira.

José Cruz, jornalista e comentarista esportivo. 
Colaborador do Jornal PODIUM desde 2011.
Artigo publicado originalmente na
coluna Campo Livre - UOL.