terça-feira, 31 de março de 2020

Graziani: de promessa ao pai ao respeito máximo


              Graziani tem o futebol na veia. Desde pequeno começou a praticar o esporte na fazenda Mascatinho, seu pai Juberto foi um dos pilares e por muito tempo presidente do Mascatinho Esporte Clube. Juberto infelizmente veio a falecer e Graziani com uma promessa para si mesmo, deu continuidade ao trabalho do pai. Sua família toda jogou na equipe, que começou com seus avós, passou pelos seus tios e seu pai, até chegar a ele e seus primos. Entre 2016-17 o time chegou a ficar 38 partidas invicto, comandados por Graziani, Reginho, Gererê, Alisson, Denis Zambeli e Pedro, a equipe era uma verdadeira sensação nos gramados rurais.
Após o grande sucesso, o Mascatinho entrou em sua primeira competição intermunicipal em Monsenhor Paulo, terminando em terceiro lugar. Dois anos depois o Mascatinho entrava nas competições regionais. Em 2019, mesmo sem Graziani, a equipe foi terceira colocada no Varginha Cup Regional.
Graziani começou como um rápido atacante ainda no aspirante do MECTT; com velocidade e vitalidade, logo passou para equipe titular. Os anos de sucesso continuaram, Graziani chegou ao antigo VEC. Tempos depois Graziani descobriu um novo talento, o de ser goleiro. E a partir daí, a fama veio por completo. Defesas incríveis e agilidade debaixo das traves, levaram o goleiro para grandes clubes de Varginha, como São Sebastião, Vargeana, Fertipar, dentre outros. 
Admirado pela postura ética e de companheirismo, Graziani ganhou além de títulos, um respeito gigante por todos, sejam eles de dentro ou fora do futebol.
Hoje devido ao serviço, Graziani reside em Rio Pomba, uma pequena cidade em MG. No entanto, ainda assim acompanha e torce para o futebol varginhense, craque dentro e fora de campo, Graziani ganhou respeito e continuou muito bem o legado de seu pai.

Texto: Alisson Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário