sábado, 19 de agosto de 2017

Hoje é Dia do Ciclista

Vamos relembrar a publicação do Jornal PODIUM, edição nº 20, de agosto de 2012: 
19 de agosto: Dia do CICLISTA – Quem se importa???
            O Dia Nacional do Ciclista foi instituído através do projeto de lei complementar nº 43/2008, com o objetivo de prestar uma homenagem ao jovem biólogo e ciclista, Pedro Davison, que morreu em 19 de agosto de 2006, após ser atropelado por um automóvel em Brasília, quando tinha apenas 25 anos. O motorista que o atropelou dirigia em velocidade excessiva, estava embriagado e com documentação vencida.
Com o devido respeito ao jovem ciclista e também a todos os demais ciclistas do país, e ainda aos nobres deputados, fica a pergunta: Quem se importa com o ciclismo?
Até porque, o que não falta ao CICLISTA BRASILEIRO são datas comemorativas, que auxiliam a ofuscar o brilho da modalidade no país do futebol.
Em Porto Alegre, os ciclistas comemoram a Semana da Bicicleta em setembro. Em São Paulo, o Dia do Ciclista é o dia 16 de julho. Para a Confederação Brasileira de Ciclismo, 8 de dezembro é o Dia Nacional do Ciclista. A escolha estaria supostamente relacionada à comemoração internacional da data e também à Madonna Del Ghisallo, padroeira dos ciclistas. Nova confusão: Nossa Senhora Del Ghisallo foi aceita como padroeira dos ciclistas pelo Papa Pio XII no dia 13 de outubro de 1949. No Brasil, em 8 de dezembro é comemorado o Dia da Imaculada Conceição. Há ainda as manifestações que ocorrem desde 2001, no Dia Mundial Sem Carro, em 22 de setembro. 
LINK
SEMANA MUNICIPAL DO CICLISMO
Juntando todas essas datas, não se obtém o resultado instituído por lei em Varginha: uma semana!
A Lei Nº 5.432, de 29 de agosto de 2011, instituiu a comemoração da Semana Municipal do Ciclismo a ser celebrada anualmente na semana do dia 19 de agosto. A Lei estabeleceu que, a partir de 2012, a semana ganharia destaque com a organização de um calendário de atividades, orientando a população acerca dos benefícios trazidos pela prática do ciclismo, bem como promoveria campanhas e eventos educativos, incentivando o uso da bicicleta. E mais, que deveria ser comemorada com destaque e amplamente divulgada.
Ganharia... Promoveria... Deveria...
VOLTANDO A 2011
            Ao saber da promulgação da lei varginhense, proposta pelo vereador Renê da Cohab, o Jornal PODIUM divulgou o projeto e indagou do Executivo a efetivação da Lei. 
LINK
            O retorno da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, datado de 03 de outubro, foi que segundo o secretário municipal de Esportes e Lazer, Jaime Roberto Alves Macedo, a Semel já estava trabalhando para a realização da Semana em 2012.
            “A partir de 2012 a semana ganhará destaque com a organização de um calendário de atividades. A Semel já começou a busca de parceiros para a realização da Semana em 2012 e também para o desenvolvimento de um trabalho durante todo o ano. Contatos com os parceiros estão sendo feitos e também a busca de ciclistas que têm interesse em trabalhar no projeto social da Semel, divulgando o ciclismo para as crianças e adolescentes do município, assim como é realizado nas demais modalidades da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer”.
2012 CHEGOU... e agora?
            Desde o início deste mês, o Jornal PODIUM tem questionado a programação desta tão esperada Semana do Ciclista. Procuramos a Prefeitura, o Vereador propositor, a Câmara e a Semel. Segundo o secretário municipal de Esportes e Lazer, Jaime Macedo, “em comemoração à data municipal, a Semel realizará, em setembro, uma prova de bicicross, que contará com o novo equipamento de ‘gate de largada’ adquirido pela PMV”.
Onze meses foram insuficientes para a Semel conseguir realizar a programação e efetivar sequer um único trabalho na data estipulada na lei. 
Descaso, falta de competência, de verba ou gestão falha? Até onde foi o trabalho iniciado pela Semel em 2011? Onde esse trabalho emperrou? Quem chegou a ser contatado pela Semel e não se interessou pelo projeto? Empresas ou entidades de classe? 
LINK
CONCLUSÃO
O ciclismo é muito mais que uma simples modalidade olímpica; é um meio de transporte ecológico, barato e popular; é sinônimo de saúde e qualidade de vida.
Mas quando se trata de ciclismo, o assunto é sempre complicado. Seja no âmbito municipal, estadual ou federal. Este esporte, que ultrapassa os limites olímpicos é um paradoxo.
No quesito olímpico, o ciclismo distribuiu 54 medalhas em Londres e a Confederação Brasileira expôs ao ridículo seu atleta na prova de contra-relógio, colocando-o em disputa com uniforme estragado e preso por alfinetes.
Passando para os limites estaduais, podemos citar dois extremos: enquanto Federação Paulista trabalha o ciclismo de forma impecável e massificadora, com um calendário invejável, a vizinha FMC capenga para conseguir realizar uma única competição anual, mesmo com polpudas verbas governamentais.
E, voltando a Varginha, uma cidade que já teve a competição de ciclismo mais conceituada do Estado, que já teve um campeonato em etapas, que já teve uma escolinha pública, que já teve equipe de competição... hoje tem ciclismo apenas no papel!

 ----------
                De volta a 2017: Tudo como dantes no castelo de Abrantes!
LINK

Um comentário:

  1. PARABÉNS A TODOS OS CICLISTAS E MUITO SUCESSO EM SUAS CAMINHADAS E COMPETIÇÕES

    ResponderExcluir